Seguidores

22 de mai de 2012



Minha Casa

Minha casa é pequena, simples, pobre,
Mas gosto dela e nela sinto paz...
Minha casa não tem brasão de nobre,
Pois a nobreza é o coração que faz...
Na minha casa um tosco pano cobre
A rude mesa e um velho banco, atrás,
Serve de assento, e, embora pouco sobre,
Há o bastante, que a todos satisfaz.

Minha casa não tem comodidade
Como os ricos palácios da cidade,
Mas foi um lar assim que eu sempre quis.

Lá, todos se amam, querem bem aos seus
Na minha casa pobre eu sou feliz.
Porque nela “buscamos sempre a Deus”.

in Vida Cristã

Nenhum comentário:

Postar um comentário